7 Aplicações Robóticas que Estão Revolucionando o Mundo

Publicado em: 24 de novembro de 2023 Por:

Compartilhar:

WhatsAppFacebook

A robótica é uma área da ciência e da tecnologia que estuda o desenvolvimento e a operação de máquinas capazes de realizar tarefas de forma autônoma ou semi-autônoma, utilizando sensores, atuadores, processadores e algoritmos. A robótica tem diversas aplicações em diferentes setores da sociedade, como medicina, indústria, agricultura, educação, entretenimento, defesa e segurança. Neste artigo, vamos conhecer 7 Aplicações Robóticas que Estão Revolucionando o Mundo.

7 Aplicações Robóticas que Estão Revolucionando o Mundo

Uma Breve História da Robótica

A palavra robô foi criada pelo escritor tcheco Karel Capek, em sua peça de teatro R.U.R. (Rossum’s Universal Robots), publicada em 1920. Nela, ele descreve seres artificiais que são usados como trabalhadores escravos pelos humanos, mas que se rebelam e dominam o mundo. O termo robô vem do tcheco robota, que significa trabalho forçado.

A ideia de criar máquinas que imitam os seres vivos é muito antiga, e existem registros de autômatos (mecanismos que se movem por si próprios) desde a antiguidade. Por exemplo, o matemático grego Arquitas de Tarento teria construído uma pomba de madeira que voava com um sistema de ar comprimido, no século IV a.C. Outros exemplos são o leão mecânico de Leonardo da Vinci, no século XV, e o pato digestor de Jacques de Vaucanson, no século XVIII.

A robótica moderna começou a se desenvolver na década de 1950, com a invenção do transistor, que permitiu a miniaturização e a integração de circuitos eletrônicos. O primeiro robô industrial foi o Unimate, criado por George Devol e Joseph Engelberger, em 1954. Ele era capaz de mover peças metálicas em uma linha de montagem, seguindo um programa armazenado em uma fita magnética.

Desde então, a robótica avançou muito, incorporando novas tecnologias como a inteligência artificial, a computação em nuvem, a internet das coisas, a nanotecnologia, a biotecnologia e a neurociência. Hoje, existem robôs de diversos tipos, formas, tamanhos e funções, que podem interagir com o ambiente e com os humanos de maneira cada vez mais sofisticada e natural.

Aplicações Robóticas na Medicina

A medicina é uma das áreas que mais se beneficia da robótica, pois ela permite realizar procedimentos cirúrgicos, diagnósticos, terapêuticos e de reabilitação com maior precisão, segurança, rapidez e eficiência. Alguns exemplos de aplicações robóticas na medicina são:

  • Robôs cirúrgicos: são sistemas que auxiliam os médicos a realizar operações minimamente invasivas, através de pequenas incisões, usando braços robóticos controlados por um console. Esses robôs permitem uma maior visão, destreza e controle dos instrumentos, reduzindo os riscos de sangramento, infecção e complicações. Um dos robôs cirúrgicos mais conhecidos é o Da Vinci, que já realizou mais de 7 milhões de cirurgias em todo o mundo.
  • Robôs diagnósticos: são dispositivos que podem examinar o corpo humano de forma não invasiva, usando sensores, câmeras, ultrassom, raios X, ressonância magnética, entre outros. Esses robôs podem detectar doenças, anomalias, tumores, lesões e outras condições de saúde, fornecendo imagens e dados em tempo real. Um exemplo de robô diagnóstico é o PillCam, uma cápsula endoscópica que pode ser ingerida pelo paciente e que captura imagens do trato gastrointestinal.
  • Robôs terapêuticos: são máquinas que podem administrar medicamentos, estimular tecidos, regenerar órgãos, implantar próteses, entre outras funções. Esses robôs podem melhorar a qualidade de vida e a recuperação dos pacientes, além de reduzir os custos e os efeitos colaterais dos tratamentos. Um exemplo de robô terapêutico é o HeartLander, um robô em forma de lagarta que pode se mover sobre o coração e realizar intervenções cardíacas, como injeções, ablações e biópsias.
  • Robôs de reabilitação: são equipamentos que podem auxiliar os pacientes a recuperar suas funções motoras, sensoriais, cognitivas e emocionais, após lesões ou doenças que afetam o sistema nervoso. Esses robôs podem fornecer estímulos, feedback, orientação, suporte e treinamento, adaptando-se às necessidades e ao progresso de cada indivíduo. Um exemplo de robô de reabilitação é o Lokomat, um exoesqueleto robótico que pode ajudar os pacientes a reaprender a andar, usando um sistema de esteira e de realidade virtual.

Aplicações Robóticas na Indústria

A indústria é outro setor que se beneficia muito da robótica, pois ela permite aumentar a produtividade, a qualidade, a segurança e a competitividade das empresas. Alguns exemplos de aplicações robóticas na indústria são:

  • Robôs industriais: são máquinas que podem realizar tarefas repetitivas, complexas, perigosas ou de alta precisão, em diferentes etapas do processo produtivo, como montagem, soldagem, pintura, corte, embalagem, entre outras. Esses robôs podem trabalhar de forma autônoma ou colaborativa, interagindo com outros robôs ou com os humanos. Um exemplo de robô industrial é o KUKA KR AGILUS, um robô compacto e ágil que pode executar diversas operações, como manipulação, paletização, carregamento e descarregamento de máquinas.
  • Robôs móveis: são veículos que podem se locomover de forma autônoma ou teleoperada, usando rodas, esteiras, pernas ou hélices, para transportar pessoas, materiais, ferramentas ou informações, dentro ou fora das fábricas. Esses robôs podem navegar pelo ambiente, evitando obstáculos, seguindo rotas, reconhecendo objetos e comunicando-se com outros robôs ou com os humanos. Um exemplo de robô móvel é o Amazon Scout, um robô de entrega que pode levar pacotes até a porta dos clientes, usando sensores e câmeras para se orientar pelas calçadas.
  • Robôs inteligentes: são sistemas que podem aprender, adaptar-se e tomar decisões, usando técnicas de inteligência artificial, como aprendizado de máquina, processamento de linguagem natural, visão computacional, entre outras. Esses robôs podem realizar tarefas que exigem criatividade, raciocínio, planejamento, resolução de problemas e interação social. Um exemplo de robô inteligente é o Sophia, um robô humanoide que pode conversar, expressar emoções, reconhecer rostos e gestos, e participar de eventos e entrevistas.

Dúvidas Comuns sobre Aplicações Robóticas

A robótica é uma área fascinante, mas também gera muitas dúvidas e curiosidades. Aqui, vamos responder algumas das perguntas mais frequentes sobre aplicações robóticas:

  • O que é um robô? Um robô é uma máquina que pode realizar tarefas de forma autônoma ou semi-autônoma, utilizando sensores, atuadores, processadores e algoritmos. Um robô pode ter diferentes formas, tamanhos e funções, dependendo da sua aplicação.
  • Como funciona um robô? Um robô funciona através de um ciclo de percepção, decisão e ação. Primeiro, ele usa os sensores para captar informações do ambiente, como luz, som, temperatura, distância, etc. Depois, ele usa os processadores e os algoritmos para analisar essas informações e decidir qual a melhor ação a ser tomada. Por fim, ele usa os atuadores para executar essa ação, como motores, servos, pistões, etc.
    • Quais são os tipos de robôs? Existem vários tipos de robôs, que podem ser classificados de acordo com diferentes critérios, como forma, tamanho, função, grau de autonomia, modo de operação, etc. Alguns exemplos de tipos de robôs são: robôs humanoides, robôs animais, robôs industriais, robôs móveis, robôs inteligentes, robôs sociais, robôs militares, robôs médicos, robôs educacionais, robôs domésticos, robôs espaciais, robôs submarinos, robôs microscópicos, robôs híbridos, entre outros.
    • Quais são os benefícios da robótica? A robótica traz diversos benefícios para a sociedade, como: aumentar a produtividade, a qualidade, a segurança e a competitividade das empresas; melhorar a saúde, a educação, o lazer e a inclusão social das pessoas; ampliar o conhecimento, a inovação, a criatividade e a sustentabilidade do mundo; reduzir os custos, os erros, os acidentes e os impactos ambientais das atividades humanas; e criar novas oportunidades, desafios e experiências para a humanidade.
    • Quais são os desafios da robótica? A robótica também enfrenta diversos desafios, como: desenvolver robôs mais eficientes, confiáveis, robustos, flexíveis e adaptáveis; integrar robôs com outros sistemas, como redes, sensores, bancos de dados, etc.; garantir a segurança, a privacidade, a ética e a responsabilidade dos robôs e dos humanos que interagem com eles; superar as limitações técnicas, econômicas, sociais, culturais e legais da robótica; e lidar com as consequências positivas e negativas da robótica para o trabalho, a economia, a política, a cultura e a sociedade.

    7 Aplicações Robóticas que Estão Revolucionando o Mundo

    Neste artigo, vimos algumas das aplicações robóticas que estão revolucionando o mundo, em áreas como medicina, indústria, agricultura, educação, entretenimento, defesa e segurança. Vimos também uma breve história da robótica, como funciona um robô, quais são os tipos de robôs, quais são os benefícios e os desafios da robótica. A robótica é uma área fascinante, que tem um enorme potencial para melhorar a vida das pessoas e do planeta, mas que também requer cuidado, atenção e reflexão.

    Esperamos que você tenha gostado deste artigo e que ele tenha sido útil para você. Se você tiver alguma dúvida, sugestão ou opinião, por favor, deixe um comentário abaixo. Nós adoraríamos ouvir o que você pensa sobre aplicações robóticas. Obrigado pela sua leitura e até a próxima!

Compartilhar:

WhatsAppFacebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To top